A volta de Tatiana parte 2

Em a volta de Tatiana parte 2, matar a saudade depois de uma longa viajem pode ser uma delícia. Confira a volta de Taiana parte 2 e não esqueça de deixar um comentário e clicar nos anúncios. Estamos anciosas para saber a opnião de vocês.

Conto erótico lésbico – A volta de Tatiana parte 2

Depois do banho com Tatiana, passamos na cozinha para degustar um sanduíche feito às pressas e um suco de fruta, natural como ela gosta.
Conversamos enquanto eu, ainda boba, contemplava seu rosto e o sorriso de alegria, não sei se era por estar em minha companhia ou se por estar comendo.
– Sempre ouvi dizer que comer também causa prazer. Olhando daqui parece que você vai gozar – disse, sorrindo, para Tatiana, que retribuiu com uma risada alta.
– Sabe que às vezes tenho essa mesma sensação? – disse Tatiana.
– Como assim? Você sente que vai gozar quando come?
– Não exatamente. Às vezes sinto tanto prazer que fico em dúvida. O que será que gosto mais: comida ou sexo?
– Difícil, Tatiana. Vejo você fazendo as duas coisas e não consigo avaliar. Se bem que faz tempo que não vejo você fazer a segunda…
– Quem sabe podemos descobrir hoje…
A malícia de sempre estava em seus olhos, perdi a vontade de comer e só pensava em arrastá-la para o quarto.
Seu charme era a coisa mais doce da noite. Ela estava linda em sua camiseta básica super folgada, usando apenas uma calcinha por baixo. Como de costume em nossa intimidade, Tatiana estava descalça.
Depois desse pequeno lanche, os sonhos de tê-la em meus braços se tornaram realidade.
Tentou me provocar, mas a saudade era mútua, então se entregou. Seus beijos eram molhados, seu corpo era quente, o desejo de ambas era grande.
– Senti falta dos seus dedos percorrendo meu corpo, penetrando em meus orifícios. Pensei que iria explodir sem você para saciar meu desejo. Queria que estivesse comigo em todas as vezes que sozinha toquei meu corpo e experimentei sensações que deveriam ser suas… – disse Tatiana em meu ouvido.
Tatiana pegou uma de minhas mãos, colocou dentro da sua calcinha e voltou ao meu ouvido:
– Sente como estou molhada?
Não precisei responder.
– Estou assim desde que cheguei aqui, o que vai fazer a respeito? – perguntou Tatiana retirando minha mão de dentro de sua calcinha e lambendo meus dedos.
Fomos para o quarto e Tatiana, sem rodeios, ficou nua, deitando sobre mim e iniciando um 69 molhado. Estávamos tão excitadas que não demorou muito até que nosso primeiro gozo viesse. Nos acariciamos e beijamos até que recomeçamos as brincadeiras, que duraram umas boas horas até que pegamos no sono…
Exaustas e muito felizes, dormimos abraçadas, com seu bumbum muito grande colado em meu ventre, da mesma forma que eu havia desejado durante toda sua viagem.

———————————-
Leia também:
A volta de Tatiana – parte 1

Related Posts

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked.